Façamos as contas

Com este cenário macro, que perspetiva é que existe para quem aposta no micro. O PSI20 continua ao sabor das notícias do rating português. A fuxico do BPI não estará resolvido antes do Verão.

Maior Menor
Por 19 de Abril de 2016

.: O que pode correr mal
.: O que vai correr mal
.: O que já correu mal
.: I’m a believer
.: Vai para fora cá dentro

00:09 - O que pode correr mal

Depois da barulheira dos últimos dias, entramos agora num período de silêncio.

Que pode durar um dia ou um mês.

The calm before the storm.

Desblindagem dos estatutos já está a causar atrito na turma PS, BE e PCP.

Por outro lado, Bruxelas já exigiu mais austeridade (mil milhões de euros de corte na despesa).

Não há garantia de que as coisas acontecerão rápido.

Porém, ainda este mês, o Governo envia o PEC para Bruxelas e as negociações prometem azedar entre os camaradas.

01:24 - O que vai correr mal

Sem vulgo plano B, as contas da república vão descambar. Simple as that.

Cenário macroeconómico utilizado no orçamento está mais perto da fantasia do que da realidade.

Governo estimou um crescimento de 1,8%…

BdP já reviu as suas estimativas para 1,5%…

Universidade Católica diz que a máquina não passa dos 1,3%…

Pois é, sem crescimento, os impostos que se contava para cumprir a meta vão ficar muito aquém do necessário…

Prepare-se que vêm aí mais impostos.

02:10 - O que já correu mal

São várias, mas a novela do BPI tem contornos caricatos, por isso, vale a pena aprofundar.

Marcelo e Costa procuraram ativamente uma solução.

Dizem as línguas viperinas que para defender os interesses nacionais em Angola.

Construtoras, telecoms, bancos tudo com o rabo entre as pernas.

Para isso, prometeram à filha do presidente uma ajudinha no imbróglio BPI.

Como truque na manga, tinham a desblindagem dos estatutos, não fosse a coisa dar para o torto.

Pois é, Isabel roeu a corda e Governo tomou o partido dos espanhóis.

Pondo-se a jeito de represálias angolanas.

03:12 - I’m a believer

Com este cenário macro, que perspetiva é que existe para quem aposta no micro.

O PSI20 continua ao sabor das notícias do rating português.

A fuxico do BPI não estará resolvido antes do Verão.

Para avançar definitivamente acima dos 5.000 pts, carecemos de noticias impactantes e verdadeiramente novas.

Mas todas as surpresas que vislumbro são do lado negativo.

04:12 - Vai para fora cá dentro

Se cá dentro a vida Costa…

Talvez lá fora não esteja assim tão mau.

Economias europeias estão em modo zombie, mas bolsas vão encetando uma recuperação assinalável.

DAX já esteve a perder 15% este ano, nesta fase o desconto face ao início do ano é de apenas 4%…

E o nível dos 10.000 pts já foi ultrapassado (hoje nos 10.300 pts).

Não havendo mais surpresas, é aqui que o leitor quer estar.

m5m19abril

Pedro Gonçalves, Editor-chefe

Pedro Gonçalves foi Portfolio Manager no Millennium Investment Banking. É licenciado em Finanças pelo ISCTE – Business School e mestre em Gestão pela Universidade Católica Portuguesa. Atualmente, é editor-chefe da Empiricus Portugal.