Fale que eu escuto

Se eu tivesse de escolher, o mais importante na sua vida financeira: o orçamento e a sua execução; a taxa de juro, inflação e o EUR/USD; e obviamente, o mercado acionista e o setor imobiliário

Maior Menor
Por 4 de Abril de 2016

.: Tiros nos pés
.: Enquanto ele lá tiver
.: Ponto de partida
.: Poucos minutos
.: Tento mudar

00:10 - Tiros nos pés

A estratégia escolhida pelo atual governo – de reverter todas as decisões do anterior executivo – tem tanto de populista como de perigosa.

Pois bem, seja bem-vindo ao PS em modo campanha eleitoral.

Não passa uma semana sem que haja novidades.

Desta vez, quer voltar a aumentar o número de freguesias.

Todas as medidas anunciadas apontam o aumento da despesa.

Do lado da receita existe apenas a esperança que a economia vai acabar por resolver o desequilíbrio…

Deliberadamente faz se ouvidos moucos aos riscos (e avisos) externos…

01:12 - Enquanto ele lá tiver

Enquanto, a agência DBRS acena com o rebaixamento do rating…

Mario Draghi continua a manipular a nossa taxa de juro.

Para quem se quer desfazer das suas obrigações portuguesas, o BCE esta sempre do outro lado disposto a comprar.

Isto faz com que os juros não subam além dos 3%…

Mas se, aparentemente, não existem limites para a criação de euros, foi definida a quantidade de dívida que a autoridade monetária pode comprar…

E a isto ritmo, vamos lá chegar muito depressa.

02:22 - Ponto de partida

Insistimos neste tema aqui no M5M, porque a dívida pública mexe com a sua carteira.

Descontrolo das contas agora, serão impostos lá mais à frente…

Se já é difícil ganhar dinheiro com o estado sempre a meter a mão no bolso. Com deficits consecutivos a mão só tende a aumentar…

E a culpa não morre solteira…

Foi Shaw que disse: a democracia é um sistema que faz com que nunca tenhamos um governo melhor do que merecemos.

Pense sobre isso…

03:34 - Poucos minutos

Aqui no M5M, todos os dias tentamos cobrir o máximo, sem nunca exceder o tempo prometido…

O seu dinheiro é importante, mas não lhe deve roubar o tempo que tem para viver.

Se eu tivesse de escolher, o mais importante na sua vida financeira:

– o orçamento e a sua execução

– a taxa de juro, inflação e o EUR/USD

– e obviamente, o mercado acionista e o setor imobiliário

O que nos queremos que se consciencialize: todos estes fatores impactam a sua vida, de uma maneira ou de outra, seja no seu poder de compra, no seu património ou na sua empresa…

Aqui no M5M, todos os dias tentamos cobrir o máximo, sem nunca exceder o tempo prometido…

O seu dinheiro é importante, mas não lhe deve roubar o tempo que tem para viver.

Se eu tivesse de escolher, o mais importante na sua vida financeira:

– o orçamento e a sua execução

– a taxa de juro, inflação e o EUR/USD

– e obviamente, o mercado acionista e o setor imobiliário

O que nos queremos que se consciencialize: todos estes fatores impactam a sua vida, de uma maneira ou de outra, seja no seu poder de compra, no seu património ou na sua empresa…

04:05 - Tento mudar

E como é sempre possível que eu me tenha esquecido de falar de alguma coisa…

Lembre-se que o objetivo do M5M é responder aquilo que o preocupa.

Já são mais de 20 mil leitores que nos acompanham diariamente.

Por isso, lanço-lhe aqui um desafio!

Responda a este email com uma pergunta.

Diga-nos o que vai na sua cabeça.

 

Pedro Gonçalves, Editor-chefe

Pedro Gonçalves foi Portfolio Manager no Millennium Investment Banking. É licenciado em Finanças pelo ISCTE – Business School e mestre em Gestão pela Universidade Católica Portuguesa. Atualmente, é editor-chefe da Empiricus Portugal.