Kung-fu tanga

Pois bem, o mercado livre já fez a sua escolha…Quer largar as indústrias do passado (carvão e aço) e crescer para o setor terciário…

Maior Menor
Por 15 de Abril de 2016

.: Para inglês ver
.: Entrelinhas
.: Eu quero mudar
.: De boas intenções está o mundo cheio
.: Assim, assim...

00:09 - Para inglês ver

Parece mentira…

Ainda há dois dias comentei aqui no M5M que o PIB chinês é feito de encomenda.

Mais, ontem falamos como as expetativas dos analistas influenciam a perceção do mercado…

Ora bem, foram divulgados os números do primeiro trimestre do ano (+6,7% face ao período homólogo).

E para não variar, ficaram confortavelmente a 0,1 p.p. do quarto trimestre de 2015 e corresponderam exatamente às estimativas dos analistas…

Mais certinho que um relógio chinês.

M5M15abril

01:12 - Entrelinhas

De onde é que sai este número?

Aumentou o investimento, as vendas a retalho e a produção industrial…

Essas são as rúbricas bonitas…

Então e por trás disso tudo?

Houve um disparo na concessão de crédito ao setor da construção (o crescimento dobrou face ao trimestre passado)!

Ora, quando nada funciona podemos sempre contar com o modelo de economia de betão…

Políticos pressionam os bancos para concederem mais credito… pato bravo chinês aproveita para construir mais um condomínio que ninguém quer com o dinheiro dos outros…

M5M15abril2

02:03 - Eu quero mudar

Pois bem, o mercado livre já fez a sua escolha…

Quer largar as indústrias do passado (carvão e aço) e crescer para o setor terciário…

O capitalismo de estado é o problema, não a solução.

A simbiose entre o setor financeiro e o governo cria uma dependência…

O estado precisa do setor financeiro para se financiar e o os bancos

precisam do estado para manter uma rentabilidade alta.

Nessa segunda derivada, a intervenção política faz com que muito dinheiro seja entornado nas más empresas.

Enquanto isso o stock de dívida tóxica no balanço dos bancos continua a acumular-se para níveis recordes.

03:12 - De boas intenções está o mundo cheio

Isso faz com que o estado que quer proteger o setor financeiro, seja obrigado a “defender” as más empresas…

Mesmo que para isso aumente o custo de financiamento aos bons projetos.

Tudo isto atrasa a metamorfose que há muito se aguarda da China no século XXI: de economia industrial para uma era de serviços…

Quanto mais as empresas zombies necessitam de capital para sobreviver, menos o país fica com margem de manobra…

A única esperança que existe, quando se empurra o problema com a barriga, é que este se resolva sozinho, mas isso raramente acontece…

Entretanto geram-se graves desequilíbrios no comercio internacional e prejudica-se gravemente os já frágeis balanços dos bancos.

04:09 - Assim, assim...

E os mercados europeus, como é que estão a reagir?

Assim, assim…

Sofrem uma ligeira correção, mas pode ser um movimento de consolidação depois da forte subida dos últimos dias.

PSI 20 continua a lutar contra os 5000 pts…

DAX tenta sobreviver acima dos 10.000pts…

Na frente cambial, EUR/USD veio um pouco atrás, para os 1,127USD.

Recuperação dos mercados relembram os investidores que nos EUA ainda podem subir as taxas e fortalecer o dólar…

Pedro Gonçalves, Editor-chefe

Pedro Gonçalves foi Portfolio Manager no Millennium Investment Banking. É licenciado em Finanças pelo ISCTE – Business School e mestre em Gestão pela Universidade Católica Portuguesa. Atualmente, é editor-chefe da Empiricus Portugal.