Lições valiosas para a sua carteira

Então, se eu tivesse de dar um único conselho ao investidor, ao analista ou ao jornalista que cobre finanças seria: invista por si mesmo.

Maior Menor
Por 5 de Abril de 2018

.: Quem te avisa teu amigo é
.: Anti-teóricos
.: Processo de investimento
.: Saltar etapas
.: Em direções opostas

00:12 - Quem te avisa teu amigo é

Sinceramente acho difícil dar conselhos a alguém.

Não me leve a mal…

É que fica difícil encontrar do que falar conhecendo as nossas próprias limitações.

Quando entrei no mercado financeiro achava que já sabia tudo sobre finanças.

Compreendia os drivers de todas as empresas do PSI. Opinava muito bem sobre o que impactava o DCF da Sonae.

Value investing? Please…

Aos poucos, apercebi-me que aquilo valia muito pouco no mundo real. O mercado não quer saber se estudaste na Católica ou se nem acabaste o secundário.

De facto, se aprendi alguma coisa é que a incerteza faz parte do processo e que há coisas que nem sei que não sei.

01:04 - Anti-teóricos

Certinho como o destino tenho que já errei no passado e vou errar no futuro. Hoje mesmo, sou capaz de cometer uma argolada nalgum lugar.

Então, se eu tivesse de dar um único conselho ao investidor, ao analista ou ao jornalista que cobre finanças seria: invista por si mesmo.

Sim. Se nunca comprou uma ação na vida, não vale opinar sobre bolsa.

O mercado pertence aos praticantes, não aos teóricos.

02:03 - Processo de investimento

Ganham-se lições muito valiosas durante o processo de investimento:

– Vai ter de aprender a lidar com fracassos, frustrações e sucesso.

– Mais cedo ou mais tarde vai perceber que é preciso haver equilíbrio no portfólio.

– A alavancagem pode até aumentar as probabilidades de ganhos milionários, mas multiplica a probabilidade de uma perda irrecuperável – eu estou fora.

– Se teve um prejuízo, não culpe ninguém pelos próprios fracassos. Reconheça, o mais rápido possível, o seu erro e ajuste a rota, e parta para outra.

03:09 - Saltar etapas

Claro que pode saltar algumas etapas…

Mas para isso terá de estar disposto a fazer um esforço adicional e sair da sua zona de conforto.

Para si, que quer dar um salto como investidor, preparámos este relatório.

Pode evitar vários dos erros que dei lá atrás e passar, diretamente, para a parte que interessa: ganhar dinheiro.

04:02 - Em direções opostas

E lembre-se: estamos a lidar com o futuro.

Ninguém sabe o que pode acontecer amanhã.

O investidor médio – e, principalmente, o iniciante – pensa que o ideal é que todos os ativos da sua carteira entreguem sempre resultados positivos.

Se algo está a dar prejuízo, está “atrasado” ou foi uma escolha errada.

Quase sempre, estes ativos viram uma fonte de raiva e ansiedade. A experiência demonstra que não é bem assim.

Existem ativos que ao moverem-se na direção contrária do mercado diminuem o risco total da sua carteira. Explicamos tudo aqui.

Pedro Gonçalves, Editor-chefe

Pedro Gonçalves foi Portfolio Manager no Millennium Investment Banking. É licenciado em Finanças pelo ISCTE – Business School e mestre em Gestão pela Universidade Católica Portuguesa. Atualmente, é editor-chefe da Empiricus Portugal.