Não pense mais nisso

Por isso lembre-se que as emoções não têm lugar num investimento. Não são raras vezes em que o melhor a fazer é exatamente o oposto daquilo que “sente” que deveria fazer.

Maior Menor
Por 26 de dezembro de 2017

.: Antes do Réveillon
.: Estamos de volta
.: Bastante simples
.: Retornos potenciais
.: O jogo de longo prazo

00:12 - Antes do Réveillon

A minha mãe sempre me disse que o excesso de açúcar pode provocar uma certa apatia.

Depois da quantidade de doces ingeridos durante a quadra natalícia, já não estranho quando a semana entre o Natal e o Ano Novo principia com jornais esvaziados de conteúdo…

Nas bolsas, o dia será marcado pela falta de comparência de muitos investidores, uma vez que as praças europeias vão permanecer encerradas.

O Natal calha a um segunda-feira, folga-se na terça.

O que é razão suficiente para estender o sentimento positivo aqui na Avenida…

Menos confusão à hora de almoço.

01:04 - Estamos de volta

Se por aqui se descansa, na Ásia e nos EUA a negociação retoma.

E deve ter sido bom o Natal dos traders americanos, pois predomina o bom humor no regresso ao trabalho.

Os volumes deverão ser relativamente fracos, mas os futuros apontam para um dia positivo.

Até ao final do ano, devem seguir enérgicas as expectativas em torno de um possível fecho do Dow Jones acima da marca histórica dos 25 mil pontos.

Veremos.

02:09 - Bastante simples

Como já comentei aqui várias vezes, o nosso trabalho, enquanto investidores, é – ou devia ser –  bastante simples.

Devemos proteger o nosso capital da destruição de curto prazo para que possamos aproveitar os ganhos de investimento de longo prazo.

No caso de não me acompanhar com regularidade, deixe-me repetir as ideias mais importantes aqui defendidas:

1) concentre-se na preservação do capital;

2) aponte para uma taxa de retorno suficiente para compensar a taxa de inflação;

3) lembre-se que taxas de retorno mais altas vêm sempre associadas a riscos mais elevados;

4) pode recuperar capital perdido, mas não pode recuperar o tempo perdido;

5) e por último, a sua carteira deve ser desenhada de acordo com um horizonte temporal.

03:01 - Retornos potenciais

Com os retornos potenciais provavelmente mais baixos e mais voláteis do que os observados nos últimos anos, a necessidade de uma abordagem mais conservadora tem vindo a aumentar.

Controlar o risco, reduzir os erros emocionais e limitar a destruição do capital será, provavelmente, a verdadeira fórmula para o sucesso do investimento na próxima década.

Por isso lembre-se que as emoções não têm lugar num investimento.

Não são raras vezes em que o melhor a fazer é exatamente o oposto daquilo que “sente” que deveria fazer.

04:12 - O jogo de longo prazo

Como gestor de ativos, não me considero otimista nem pessimista.

Eu simplesmente vejo o mundo através da lente das estatísticas e das probabilidades.

O meu trabalho é gerir o risco inerente ao investimento.

Se puder ajudá-lo a proteger o seu capital de abanões de curto prazo, a valorização do capital no longo prazo acontecerá por si só.

As leituras ideais para este período de festas…

:. Este país não é para velhos

:. Faça como o Gonçalo, ganhe mais €3.136,48 todos os meses, para além do seu ordenado

:. As grandes oportunidades de investimento estão precisamente onde pouca gente está a olhar

Pedro Gonçalves, Editor-chefe

Pedro Gonçalves foi Portfolio Manager no Millennium Investment Banking. É licenciado em Finanças pelo ISCTE – Business School e mestre em Gestão pela Universidade Católica Portuguesa. Atualmente, é editor-chefe da Empiricus Portugal.