O que eu aprendi com os milionários

Existe algo realmente surpreendente nas pessoas com um património descomunal – refiro-me aqueles tipos que acumularam uma riqueza que, muito sinceramente, é humanamente possível gastar durante uma vida…

Maior Menor
Por 10 de julho de 2017

.: Gestão de Carteiras
.: Lições de vida
.: Grande oportunidade
.: Ler e muito
.: O doce mel do trabalho

00:12 - Gestão de Carteiras

Durante o programa de Assessoria Patrimonial da Empiricus, lidei com vários tipos de clientes.

Desde o pequeno investidor, que estava a dar os primeiros passos, ao multimilionário com participação qualificada em algumas das maiores empresas do Brasil…

Não foram raras as vezes em que aprendi mais eu com eles do que eles aprenderam comigo.

São essas lições que tento passar através desta newsletter.

Existe algo realmente surpreendente nas pessoas com um património descomunal – refiro-me aqueles tipos que acumularam uma riqueza que, muito sinceramente, é humanamente impossível gastar durante uma vida…

A grande maioria está na idade da reforma, mas por algum motivo, trabalham mais do que qualquer outra pessoa que eu conheço.

Sempre me questionei por que é que trabalham tão duro.

Pensava que o objetivo era terem dinheiro suficiente para não trabalharem mais.

01:22 - Lições de vida

Um dos meus clientes, um empresário riquíssimo, disse-me uma vez uma coisa que jamais esquecerei:

“A reforma é horrível… NÃO gosto de ficar deitado de papo para o ar sem fazer nada. Não tenho paciência para ficar a olhar para as paredes. Eu não preciso do dinheiro, mas acho que vou voltar ao trabalho”.

Um advogado milionário descreveu-me o mesmo sentimento: “Eu amo o que faço e não quero parar!”.

Volta e meia, perguntava especificamente o que é que os mantinha motivados.

Um disse: “Nada na vida supera a emoção de ter uma grande ideia e torná-la uma realidade”.

Outro disse: “Eu gosto de orientar as pessoas mais jovens, passar-lhes o meu conhecimento”.

02:05 - Grande oportunidade

Alguns falaram-me da emoção que obtêm quando identificam uma grande oportunidade e depois aproveitam para aumentar a sua riqueza.

“Eu sei que não há nenhuma razão económica para eu trabalhar, mas isso não significa que não goste de ser pago”.

Então, puxando a brasa à minha sardinha, peço sempre um conselho…

Primeiro, explicam eles, a oportunidade não vai bater-te à porta.

És tu que a tens de criar. E quando a oportunidade estiver próxima, deves descartar tudo e persegui-la com unhas e dentes.

Quanto maior o sacrifício, melhores serão as probabilidades de alcançar o sucesso financeiro.

03:06 - Ler e muito

Em segundo lugar, se SOUBERES MAIS do que todos na sala, ninguém poderá aproveitar-se de ti…

Então lê muito.

Faz o trabalho de casa sempre que tens uma reunião.

E, finalmente, a mais importante: “Trabalha pela tarefa e não pela recompensa”.

Não laves um carro pelo pagamento de 5 euros, por exemplo.

Lava um carro porque essa é a tarefa que tens em mão – e faz um trabalho fantástico.

Só através de um bom trabalho terás oportunidade de subir na vida.

________________________________________________________________________________________________________________

Recomendado para si…

Bloqueio geral do Multibanco

O sistema bancário em Portugal está preso por um fio e pode acontecer uma falta de liquidez a qualquer momento. Não deixe que esse pesadelo o afete a si e à sua família. Proteja-se de uma corrida aos bancos.

Saiba exatamente o que precisa de fazer AGORA.

_________________________________________________________________________________________________________________

04:01 - O doce mel do trabalho

Então por que é que eles ainda trabalham? E como é que pode lá chegar também?

Eles trabalham porque dizem que o trabalho os mantém “vivos”.

“Se parar de trabalhar, morro”, ouvi eu da boca de um deles.

Eles acreditam que encontrar sucesso é tudo sobre reconhecer, criar e aproveitar oportunidades.

É um cliché, mas nem por isso é menos verdade – “cria a tua própria sorte, da melhor forma que conseguires”.

Desde essa altura, tenho andado sempre à procura de oportunidades de multiplicar o património.

Identifiquei uma no mercado imobiliário há vários meses atrás.

Há duas semanas revelamos aos nossos leitores quais são as oportunidades de uma vida no mercado acionista.

Agora identifiquei algo nunca antes revelado ao público comum: uma oportunidade de ganhos de 20% em 12 meses, com risco zero (isso mesmo, investimento protegido) e pouco capital.

Se ficar milionário com elas, poderá escolher no final se vai passar o seu tempo na praia ou a aumentar ainda mais sua fortuna.

Renato Breia, CFP®, Analista-Chefe de Investimentos

Formado em Economia pela PUC-SP e Planejador Financeiro certificado pelo IBCPF. Iniciou a sua carreira como analista de ações na Link Corretora e tem experiência de mais de 12 anos em mesa de operações, gestão de fundos, relações com investidores e alocação de patrimônio.