Se eu tivesse falado mais cedo

No orçamento de 2016, o governo de António Costa prevê um crescimento do PIB de 2,1%, o que compara com as previsões de 1,7% do BdP e da Comissão Europeia. Na tasca e nos bancos de jardim a manchete deve ser popular… Mas já estou farto de vendedores de sonhos, eu prefiro a realidade, obrigado…

Maior Menor
Por 22 de Janeiro de 2016

.: Natal é quando o homem quiser
.: Nota positiva
.: By the book
.: Mais desequilíbrio
.: Bom fim-de-semana
.: Post Scriptum

00:03 - Natal é quando o homem quiser

Na sessão de ontem falei dos caprichos do mercado… 

Logo agora que época natalícia já tinha acabado…

Como crianças mimadas os “especuladores” ainda tinham alguns desejos por realizar…

Para acabar com esta sangria nas bolsas falei de 4 presentes no sapatinho…

O barbudo com excesso de peso ofereceu dois.

01:12 - Nota positiva

Primeiro foi Mario Draghi.

Na conferência de imprensa de ontem, prometeu mais estímulos na próxima reunião de Março.

Fica assim com 2 meses para perceber se só falar funciona ou se terá mesmo de tomar novas medidas.

Depois foi o Crude.

Foi dos 28 dólares para os 30 dólares e “parece” que está a querer estabilizar.

Crudegrafico

Resultado: índices dispararam… (DAX abaixo)

DAX

02:33 - By the book

No câmbio também aconteceu o que perspetivávamos…

Quando se fala em aumentar o ritmo de impressão de moeda, o metal redondo tende a desvalorizar.

De 1,09 o EUR/USD caiu para 1,08…

Não quero assumir nenhum mérito, porque a minha visão era em linha com o consenso no mercado.

Entretanto, o câmbio já voltou a recuperar, e provavelmente vai continuar num range de negociação apertado, até se saber se é verdade o que o italiano vendeu ontem aos investidores.

 

03:25 - Mais desequilíbrio

No mercado da dívida até Governo otimista se safa.

As yields dos países periféricos (Espanha, Itália e Portugal) voltam a cair…

No orçamento de 2016, o governo de António Costa prevê um crescimento do PIB de 2,1%, o que compara com as previsões de 1,7% do BdP e da Comissão Europeia.

Na tasca e nos bancos de jardim a manchete deve ser popular…

Mas já estou farto de vendedores de sonhos, eu prefiro a realidade, obrigado…

04:01 - Bom fim-de-semana

Será sustentável esta subida nos mercados?

Provavelmente não, possivelmente sim…

Ninguém sabe para onde o mercado vai no curto-prazo.

O que se pode sentir é uma mudança no sentimento. Inclusive dos cartomantes que vão à Bloomberg opinar: “Agora os dados não são tão maus…”

A China até está a abrandar a um ritmo saudável.

Ainda mais, falam de um eventual abrandamento da subida das taxas de juro nos EUA, e de mais intervenção do banco central do Japão.

Um fartote para os ativos de risco.

Os líderes da política monetária mundial, num ótimo exemplo de “bad parenting”, fazem todas as vontades.

04:40 - Post Scriptum

Ah… e já me esquecia…

Este domingo temos eleições presidenciais: o próximo presidente, o professor Marcelo Rebelo de Sousa, quer 100% dos votos.

É que o candidato da direita está, por vezes, mais à esquerda do que os comunistas.

Tudo pela guerra à abstenção, imagino.

Estimativas presidenciais

Fonte: Expresso/Eurosondagem

Links Recomendados:

 

Siga-nos no Facebook, aqui.

Pedro Gonçalves, Editor-chefe

Pedro Gonçalves foi Portfolio Manager no Millennium Investment Banking. É licenciado em Finanças pelo ISCTE – Business School e mestre em Gestão pela Universidade Católica Portuguesa. Atualmente, é editor-chefe da Empiricus Portugal.