Terceira guerra mundial

Resumindo: as forças aliadas dispararam 105 mísseis que visavam destruir três alvos específicos, onde os militares de Assad alegadamente produziram e guardaram as armas químicas usadas no dia 7 de abril em Douma, e Trump declarou: mission acomplished.

Maior Menor
Por 16 de Abril de 2018

.: WW3
.: Missão cumprida
.: Época de resultados
.: Crescimento mundial sincronizado
.: Duas leituras possíveis

00:12 - WW3

Ninguém acreditava (seriamente) que a Terceira Guerra Mundial pudesse começar este fim de semana…

Fonte: CNN

No entanto, é impossível ignorar que o escalonamento das forças que apoiam e condenam o ataque parece saído de um filme de Hollywood.

Por ora, felizmente, existe alguma esperança que as hostilidades possam ficar por aqui.

 

01:03 - Missão cumprida

Resumindo: as forças aliadas dispararam 105 mísseis que visavam destruir três alvos específicos, onde os militares de Assad alegadamente produziram e guardaram as armas químicas usadas no dia 7 de abril em Douma, e Trump declarou: mission acomplished.

Sendo assim, o mercado volta a acreditar que, desde que os ataques aéreos não desemboquem numa intervenção militar direta, os russos não vão retaliar…

Veremos.

 

02:02 - Época de resultados

No exterior, as bolsas apresentam algum otimismo, ajustando-se aos ganhos importantes dos últimos dias e acompanhando a queda verificada no mercado das commodities.

Olhando para o futuro, a temporada de resultados volta a meter uma abaixo e esta semana aguardamos mais divulgações importantes…

No cômputo geral, a Thomson Reuters estima que os lucros das empresas S&P 500 tenham aumentando 18,6% no primeiro trimestre em relação há um ano – o maior aumento dos últimos sete anos.

Vale a pena lembrar que, com as expectativas tão altas, a probabilidade de surpresas negativas aumenta. Por isso, recomendamos muita cautela.

 

03:10 - Crescimento mundial sincronizado

A China, a segunda maior economia do mundo, irá divulgar a taxa de crescimento do PIB para o primeiro trimestre amanhã, com as previsões de mercado agrupadas em torno de um crescimento de 6,7%, a 6,8%.

Se confirmar este ritmo, a China conseguiu manter o seu ímpeto de crescimento a partir do final do ano passado, mesmo com os investidores preocupados com o risco de uma guerra comercial.

Este tipo de dados tende a ter pouco impacto no mercado, mas não deixa de ser um argumento em prol da narrativa de “crescimento mundial sincronizado”.

 

04:13 - Duas leituras possíveis

Por aqui, destaque para o Orçamento de Estado de 2018 onde a palavra de ordem foi prudência.

Depois de muita conversa de bastidores, Centeno deixou as contas públicas blindadas contra derrapagens na atividade económica, apesar dos apelos da esquerda para aumentar o gasto público…

Sendo assim, e caso não hajam surpresas negativas, o Estado muito dificilmente não atingirá as metas orçamentais.

Temos, assim, duas leituras possíveis:

De um lado, são boas notícias para a economia e a estabilidade financeira.

Por outro, continuamos à espera de reformas estruturais.

 

Pedro Gonçalves, Editor-chefe

Pedro Gonçalves foi Portfolio Manager no Millennium Investment Banking. É licenciado em Finanças pelo ISCTE – Business School e mestre em Gestão pela Universidade Católica Portuguesa. Atualmente, é editor-chefe da Empiricus Portugal.