Um conto português

Por mais caros que estejam, os índices acionistas continuam a ser umas das melhores classes de ativos para colocar o seu dinheiro.

Maior Menor
Por 19 de Abril de 2018

.: Tenzing Norgay
.: Ministro das Finanças
.: Erário público
.: Criptomoedas
.: Vigilância

00:12 - Tenzing Norgay

Com mais uma sessão no verde, as bolsas mundiais tentam fazer uma aproximação aos máximos atingidos no início do ano.

As praças europeias ainda têm de subir, pelo menos, 8% para lá chegarem…

No caso americano, o topo do Monte Evereste está um bocadinho mais perto – uns meros 6%.

O que remete para a principal realização da nossa mais recente reunião de analistas.

Por mais caros que estejam, os índices acionistas continuam a ser umas das melhores classes de ativos para colocar o seu dinheiro.

Isto quando Trump decide estar calado.

 

01:30 - Ministro das Finanças

Por falar em estar calado…

Depois de ontem ter elogiado aqui o Ministro das Finanças, Centeno vai e faz-me uma desfeita destas:

Numa entrevista ao Negócios, admitiu que “se formos chamados a ajudar o Montepio temos de estar disponíveis.”

O que em bom português significa apenas uma coisa: como a Santa Casa não mordeu o isco, agora, restam os mesmos de sempre (os contribuintes).

Nada que não tenhamos avisado nesta newsletter.

 

02:09 - Erário público

De salvamento em salvamento, o erário público vai passando uma garantia explícita e implícita aos banqueiros…

Se a coisa correr mal, os contribuintes é que pagam a fatura.

Esta situação gera uma grave assimetria…

De um lado: quanto maior o retorno, maior é o bónus dos administradores.

Do outro lado: quanto maior o risco, maior o retorno.

Percebe qual é o problema?

 

03:10 - Criptomoedas

Como nem só de bancos vive um homem…

Passo agora para a temática das criptomoedas.

Depois de meses de rebuliço parece que as moedas digitais estão, finalmente, a estabilizar.

Os mínimos de abril forem mais elevados que os mínimos de fevereiro e isso pode indicar uma inversão da tendência…

O fluxo de notícias negativas também acalmou.

Com o regresso do apetite a risco, as moedas digitais podem estar a posicionar-se para um segundo semestre em grande – como tem sido apanágio nos últimos anos.

 

04:10 - Vigilância

Para terminar, apenas lembrar que o preço do petróleo continua a subir e já negoceia perto dos 70 dólares por barril…

Agora mais perto dos 100 dólares do que dos mínimos alcançados em 2016 – altura em que os analistas anunciavam o fim do ouro negro.

O problema aqui é que o preço de combustíveis afeta indiretamente o preço de tudo o resto.

Ou seja, se esta subida não parar, a inflação poderá disparar mais rápido do que o esperado, o que obrigaria os bancos centrais a reverem em alta as taxas de juro…

Enfim… o melhor é ficar atento.

 

Pedro Gonçalves, Editor-chefe

Pedro Gonçalves foi Portfolio Manager no Millennium Investment Banking. É licenciado em Finanças pelo ISCTE – Business School e mestre em Gestão pela Universidade Católica Portuguesa. Atualmente, é editor-chefe da Empiricus Portugal.