Meta Fiscal

Voltar

Forma de um governo demonstrar perante o mercado a capacidade de pagamento das suas dívidas.

A meta é normalmente calculada como resultado primário: Resultado = Receita-Despesas (sem considerar juros da dívida).

Comparamos o resultado acima com o PIB. Então temos um percentual que o governo precisa de economizar no ano de calendário em relação ao PIB. Por exemplo, 0,5% do PIB.

Quando o resultado é positivo, o governo gasta menos que economiza (descontando juros), chamamos de superávit; caso contrário, déficit.

Flexibilizar a meta significa gastar mais, o que, obviamente, não é bem visto pelos investidores em títulos públicos – que emprestam dinheiro ao governo.

  •  
  •